terça-feira

GRASSMANN & A ARTE NO BRASIL - Dirceu Villa


Texto do blog O DEMÔNIO AMARELO de dirceu Villa
http://odemonioamarelo.blogspot.com/2010/10/grassmann-arte-no-brasil.html

Alguns meses atrás soube que havia um projeto, que se desenvolveu em uma caixa de várias gravuras originais de Marcelo Grassmann, disponível para colecionadores & para museus.

Soube, igualmente, que nem colecionadores nem museus se apresentaram para comprar. Paulo Grassmann, sobrinho do gravador, empregou até mesmo um texto meu dizendo (& lá vão anos) sobre o absurdo desconhecimento da obra ímpar.

Q EU não me apresente para comprar, q não tenho dinheiro, é nada além de perfeitamente natural: q museus & colecionadores não se apresentem, c'est pas normal.

Grassmann não é um dos maiores gravuristas brasileiros, mas do mundo. Sua imaginação já é patrimônio comum da nossa imaginação.

Lembro de ver Grassmann no Museu Lasar Segall, onde foi falar de seu trabalho para uma vintena de estudantes de gravura: levou uma porção de seus trabalhos recentes, q passava sem nenhuma cerimônia de mão em mão.

Reverente, eu tomava um cuidado de ponta-de-dedos com o material, para mim, tão importante, & era inacreditável aquela obra extraordinária ser manipulada com tanta generosidade pelo mestre gravador, q ao mesmo tempo respondia a variadas perguntas de um monte de jovens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário